24 de Julho de 2010

Data: 23 de Julho de 2010

Local: Bergenhus festning 2010, Bergen

 

 

 

Setlist

Exogenesis: Symphony Part I (Overture)
Uprising (Extended)
Kaoss Jam + Supermassive Black Hole
Map of the Problematique
New Born
Interlude + Hysteria
Nishe
United States of Eurasia
Feeling Good
Bliss (Long)
MK Jam
Undisclosed Desires
Resistance
House of the Rising Sun intro + Time Is Running Out
Starlight
Stockholm Syndrome

 

Encore

Burning Bridges intro + Plug In Baby
Man with a Harmonica intro + Knights of Cydonia

 


Fonte: musewiki

Inês Leal - MusePT

publicado por muse.PT às 18:19

Data: 19 de Julho de 2010

Local: Kaisaniemen puisto 2010, Helsínquia

 

 

 

Setlist

Exogenesis: Symphony Part I (Overture)
Uprising (Extended)
Kaoss Jam + Supermassive Black Hole
Map of the Problematique + Who Knows Who riff
New Born + Headup riff
Interlude + Hysteria + Back in Black outro
Nishe
United States of Eurasia
Feeling Good
Bliss (Long)
MK Jam
Undisclosed Desires
Resistance
House of the Rising Sun intro + Time Is Running Out
Starlight
Stockholm Syndrome

 

Encore

Burning Bridges intro + Plug In Baby
Man with a Harmonica intro + Knights of Cydonia

 

 


Fonte: musewiki

Inês Leal - MusePT

publicado por muse.PT às 18:00
23 de Julho de 2010

Devido à quantidade de queixas submetidas à organização do festival Xacobeo por causa do limite de idade à entrada do festival, a organização decidiu baixar o limite de idades para "maiores de 16 anos".

 

Sendo assim, a partir dos 16 anos é permitida a entrada no festival e será devolvido o dinheiro aos portadores de bilhete que não possuem essa idade, pois nada foi previamente avisado.

 

Não é permitida a entrada a menores do que a idade estabelecida, nem na companhia de um adulto.

 

publicado por muse.PT às 12:02
21 de Julho de 2010

Como a maioria das pessoas reparou,  e sem aviso prévio por parte da organização do festival, os bilhetes para o concerto dos Muse no Festival Xacobeo 2010 são apenas destinados a maiores de 18 anos.

 

Dado o facto de muita gente que pretende ir ao concerto, e já comprou bilhete, ser menor de idade, nós propunhamos que fosse feito um envio de reclamação ou aviso para os emails abaixo indicados, para que pelo menos fosse autorizada a entrada de menores acompanhados por adultos no festival, caso contrário muita gente vai ficar de fora.

 

 

Agradeciamos a colaboração das pessoas, principalmente de quem está com este problema.

 

 

Os emails são os seguintes:

 

niall@muse.mu

help@muse.mu

xacobeoweb@xacobeo.org

publicado por muse.PT às 21:13
19 de Julho de 2010

Data: 17 de Julho de 2010

Local: Positive Festival, Letónia


Setlist
Resistance
Supermassive Black Hole
Map of the Problematique
Uprising (extended)
New Born
Interlude + Hysteria
Nishe
United States of Eurasia
Cave
House of the Rising Sun intro + Time Is Running Out
Undisclosed Desires
Starlight
Unnatural Selection

Encore

Plug In Baby
Man with a Harmonica intro + Knights of Cydonia

 


Fonte: musewiki

Inês Leal - MusePT

publicado por muse.PT às 04:29

Data: 15 de Julho de 2010

Local: Vieilles Charrues,França

 


 

 

Setlist

Plug In Baby
Kaoss Jam + Supermassive Black Hole
Uprising (extended)
New Born + Negative Creep riff + Headup riff
Who Knows Who riff + MK ULTRA + Township Rebellion riff
Interlude + Hysteria + Back in Black outro
Citizen Erased
Nishe
United States of Eurasia
Undisclosed Desires
Adagio in G minor + Resistance
House of the Rising Sun intro + Time Is Running Out + Power of Soul riff
Micro Cuts outro + Stockholm Syndrome + School riff + Endless Nameless riff

 

Encore

Starlight
Man with a Harmonica intro + Knights of Cydonia

 


Fonte: musewiki

Inês Leal - MusePT

publicado por muse.PT às 02:07
18 de Julho de 2010

Chris Wolstenholme, baixista dos Muse fala à BBC Newsbeat e refere: "Vendemos a alma ao Twilight".

 

 

--------------------------------------------------------------------------------

"O baixista dos Muse, Chris, diz que os filmes do Twilight “não são a sua praia”.

 

Os Muse apareceram em todos os soundtracks dos filmes do Twilight mas o Chris Wolstenholme da banda comparou isto a “vender a alma”.

 

O baixista disse à Newsbeat: “eu não tenho a certeza de quão fixe é estar nesse tipo de coisas mas às vezes temos que expor a nossa música de diferentes maneiras”

 

Com os filmes a bater recordes de venda, o Chris admite que isto significou um grande impulso para o lado Americano da banda: “é muito difícil na América porque lá não temos nada como a Radio 1, nada é nacional.”

 

“Tens que aproveitar cada oportunidade que aparece e ás vezes tens que vender a alma”

 

A escritora do Twilight, Stephenie Meyer, é uma grande fã da banda e admite que os Muse inspiraram a sua escrita.

 

‘Não importa’

 

O Chris viu o primeiro filme que “até gostou”, mas admite que “não é a sua praia” e não viu nenhum dos outros.

Eles admite que houve uma pequena confusão com a presença da música Neutron Star Collision no filme Eclipse.

 

Ele disse: “Quando nós estávamos no estúdio a escreve-la, primeiro disseram que a queriam usar nos créditos finais, e depois disseram que a queriam usar noutra cena.”

 

“Veio mais uma cena e no fim nós já dizíamos, ‘façam o que quiserem com ela, já não queremos saber’.

 

O Chris diz à Newsbeat que está feliz que as coisas nos EUA estejam finalmente a resultar: “Está a correr muito bem lá”

“No início deste ano começámos a tocar em arenas por isso foi óptimo para finalmente por em prática toda a produção com que fizemos a tour na Europa.”"

 


Fonte: supermassiveMuse

Inês Leal e Maria João Sousa (tradução) - MusePT

publicado por muse.PT às 23:22
16 de Julho de 2010

Matthew Bellamy, o frontman dos Muse, fala sobre o novo álbum em entrevísta à Daily Star.

Matt afirma já ter escrito algumas coisas que parecem ser um pouco mais "lamechas" que o habitual e que independentemente de que isso se torne num álbum inteiro ou não, se trata de algo diferente.

 

 

 

 

The Daily Star:


Mais uma vez, eles subiram o nível do jogo. Com o mais recente álbum The Resistance eles tornaram-se uma forte concorrência aos U2 em conquistar o título de melhor banda ao vivo do mundo. Mas na nossa entrevista exclusiva com a banda, no seguimento do seu headlining no concerto de Sábado, o líder dos Muse, Matt Bellamy é modesto acerca da sua posição.

'Ainda temos pelo menos 10 anos pela frente antes de chegarmos perto dos U2' diz o vocalista 'Eles têm sido uma inspiração para nós especialmente no que toca a concertos ao vivo.'

A banda foi supporting act de Bono e dos restantes elementos no ano passado - por isso, tiveram a oportunidade de convidar o The Edge (guitarrista dos U2) para actuar com eles not set do Glastunbury no mês passado. Matt explica 'Sentimo-nos mal pelo público quando os U2 tiveram que cancelar o concerto no festival, por isso decidimos tocar a "Where The Streets Have No Name". Mas eu não podia tocar a parte da guitarra, por isso decidi convidar o The Edge.'

 

'Nós agora consideramos a Irlanda uma segunda casa' Diz Matt. 'O Chris vive em Dublin com a família e muita da minha família é do norte, por isso eles vêm cá visitar-nos.'


'Nós vamos tocar o nosso set no Oxegen Festival. Temos concertos de estádios com "OVNIS" e plataformas rotativas e tantas outras coisas, mas não podemos trazer isso para os festivais por isso tentamos recompensar o público ao usar roupas estranhas e ao tocar setlists imprevisíveis.'

Famosos pelo seu espectacular design dos sets e pelos efeitos visuais, nós perguntamo-nos se a dependência da tecnologia não se torna por vezes um obstáculo. 'Oh Sim - nós já tivemos definitivamente a nossa partilha de Spinal Tap moments' diz Matt. 'Tal como nos nossos espectáculos em sala  fechada nós temos três plataformas que sobem cerca de seis, sete metros do chão. No início ficamos por detrás de uma cortina que depois se solta, mas nos primeiros concertos aquilo continuava preso em vez de caír. Num dos concertos, a cortina caíu e aterrou mesmo em cima da minha cabeça, por isso eu tive de tocar com um grande leçol em cima de mim, parecia um fantasma! Mas eu acho que os nossos fãs gostam quando nós nos embarassamos a nós próprios.'

Quando a conversa se vira em direcção ao próximo álbum, Matt explica as diferenças entre músicas mais recentes como a Knight of Cydonia e   mais antigas como a Sunburn. Ele diz: 'Nós temos tirado influências dos nossos concertos ao vivo ao tocar música que é relevante a um ambiente mais largo. Os pronomes mudaram de "mim" para "eu" e de "nós" para "nosso". Mas a minha vida pessoal mudou radicalmente no último ano, muitas coisas seguiram o seu rumo, por isso há uma possibilidade de voltarmos a fazer algo mais pessoal - Eu consigo sentir que esse passo já foi lido nas cartas. Eu já escrevi algumas coisas e elas parecem ser mais "lamechas" -  é basicamento menos orquestrado e mais  desmascarado  Mesmo que isso se aplique ou não no álbum todo, trata-se de uma matéria diferente.'

 


 

Fonte: supermassiveMuse

Inês Leal (tradução) - MusePT

publicado por muse.PT às 13:09
12 de Julho de 2010

Chris Wolstenholme, o baixista dos Muse, confirmou à NME que a banda começaria a trabalhar no seu próximo álbum de estúdio já em 2011.

No seguinte vídeo, em entrevista à NME, Chris conta também alguns dos planos do trio aseguir à Resistance Tour.


Confere aqui o vídeo (lado direito da notícia)

 


 

"Vamos definitivamente começar a trabalhar num novo álbum no próximo ano" revelou Chris.

 

Acrescentou também "Eu acho que devemos definitivamente tirar algum tempo para nós depois desta tour, porque é algo que nós nunca haviamos feito antes. Tivemos pouco tempo livre nos últimos tempos, estamos a precisar de uma pausa."


A banda foi também recentemente cabeça de cartaz do festival T in the Park no dia 9 de Julho.


Acerca do festival, Wolstenholme diz ainda: "Tem sido muito bom. Acho que é a primeira vez que eu estive no T in the Park e não choveu, o que foi muito bom, porque em qualquer festival onde actues o clima tem sempre um grande impacto. Da última vez que cá estivemos estava terrivel."

 

 


Fonte: NME

Inês Leal - MusePT

publicado por muse.PT às 15:44

A data do início da venda de bilhetes para o dia 27 de Agosto foi alterada. Os bilhetes para o festival Xacobeo estão agora disponíveis dia 19 de Julho.

 

 

 

O bilhetes têm um custo de 30 euros (40 euros à entrada do festival) e podem ser comprados em qualquer El Corte Inglés ou nos seguintes sites:

 

www.elcorteingles.es
www.servinova.com
www.caixagalicia.es

 


Fonte: muse.mu

Maria João Sousa - MusePT

publicado por muse.PT às 01:44
Copyright © 2008-2010 Inês Leal & Maria João Sousa

Twitter - @MusePortugal LastFM - Grupo MusePortugal Facebook - Grupo MusePortugal

Forum MusePortugal
COMENTÁRIOS
Com sorte talvez lá para os festivais de verão. Co...
Olá Bruna, Para já não há informações sobre nada r...
Gostava de saber se já há informações do proximo c...
ARQUIVOS
2010:

 J F M A M J J A S O N D

2009:

 J F M A M J J A S O N D

2008:

 J F M A M J J A S O N D

MusePortugal

Equipa MusePT:
- Inês Leal
- Maria João Sousa
- Rafaela Guerreiro

Fórum MusePT:
- Tiago Santos

Visitas:contador de visitas
Online: musers online
Contacto: museportugal.pt@gmail.com

Muse - Exogenesis Part I: Overture
POLL
TWITTER