01 de Julho de 2010

Ontem (29 de Junho), os Muse apresentaram-se no Hove Festival, na Noruega. Antes de chegar ao país, o Dom tinha conversado com o jornal Aftenposten, para contar o que esperava da sua nova passagem pela Noruega e um bocadinho do histórico da banda em estádios.

 

 


É sempre com o objectivo de se apresentar no seu melhor que os Muse sobem ao palco. Os espectáculos na Noruega deste verão não são excepção, segundo o baterista Dominic Howard. Ele mal pode esperar.

O trio inglês está no activo há aproximadamente 16 anos, mas é muito novo na elite. Após as duas noites de 2007 em Wembley, nas quais estavam fora de si, eles definitivamente chegaram lá. Dar concertos para 160 mil fãs é muita coisa, até mesmo em Londres.

Juntos, eles fizeram uma passagem bem-sucedida pela Noruega.

 

Nunca é a mesma coisa.

“Já fizemos muitos espectáculos aqui. O que eu sei é que a Noruega é um bom país para tocar. As miúdas são excelentes, a plateia também responde bem quando tocamos. Será interessante ver se eu me lembro de como foi da última vez que estivemos aqui, quando voltarmos no verão.”

Ele promete um espectáculo intenso e enfatiza que a banda nunca faz duas apresentações iguais.

“Estamos a trabalhar intensamente para forçar os nossos próprios limites e estar sempre a mudar. Nenhum concerto é igual ao outro. Quando chegarmos aí, vamos fazer de tudo para proporcionar bons momentos ao público. Estou ansioso para encontrar todos os fãs noruegueses loucos por rock.”

- Muitas pessoas dizem que vocês se vão apoderar do trono de bandas como os U2 e os Rolling Stones. O que achas disso?

“Acho estranho e errado, mas mesmo assim, lisongeante. Estamos a falar de lendas reais. Embora tenhamos esgotado os bilhetes em Wembley e noutras arenas gigantes, não podemos ser comparados a eles. Eles levaram o conceito de espectáculo ao vivo a níveis escandalosamente altos e, claro, são grandes modelos para nós.”

Ele não se vai, portanto, colocar na mesma categoria dos dois gigantes, mas acha que é óptimo ver espectáculos das duas bandas.

“É muito inspirador ver que eles ainda fazem grandes músicas, um espectáculo imenso e amam o que fazem. Espero que daqui a 20 anos, também nos possamos divertir tanto quanto nos divertimos hoje. Existe um objetivo que estabelecemos, que é amar dar concertos e fazer músicas novas, para daqui a umas duas décadas.”

- Vocês não têm um histórico assim tão grande no que se trata a concertos em estádios. Qual é a sensação de ter conseguido chegar lá?

“Antes de Wembley, em 2007, nós já tinhamos tocado em muitos festivais da Europa como headliners e a venda de discos era muito boa. Mas as apresentações em estádios são outra coisa, são uma coisa só nossa. Não tínhamos a certeza de que iríamos conseguir encarar Wembley, mas escolhemos fazê-lo na mesma.”

Nova Era

“Felizmente, conseguimos esgotar as duas noites. Foi completamente maluco ver a multidão louca que estava lá para nos ver. Sentimos que fizemos os melhores concertos das nossas vidas, naquelas duas noites. Foi o começo de uma nova era para nós, quando e onde percebemos que havíamos agarrado a oportunidade. Agora vamos ver aonde o futuro nos leva.”

A apostar tudo

 

O Dom está preocupado com o facto de que a banda precisa se esforçar o máximo possível. Sempre.

“Trata-se de esticar os teus próprios limites para preservar a criatividade. Sempre que subimos ao palco ou estamos em estúdio, é para fazer o melhor que já fizemos. Para nós é sempre assim. Temos que procurar coisas que estão fora dos nossos limites, para sermos capazes de fazer isto de novas maneiras. Só assim conseguimos desenvolver-nos como músicos e banda e continuar a ser criativos e inovadores. Portanto, a meta é que o próximo concerto seja sempre diferente. Devemos manter a energia e a impaciência, se quisermos continuar na estrada tanto quanto essas bandas a quem nos comparaste.”, acrescenta.

“E lembra-te que ainda temos muitos anos pela frente…” 


Fonte: musebr.com

Maria João Sousa - MusePT
publicado por muse.PT às 00:36
Copyright © 2008-2010 Inês Leal & Maria João Sousa

Twitter - @MusePortugal LastFM - Grupo MusePortugal Facebook - Grupo MusePortugal

Forum MusePortugal
COMENTÁRIOS
Com sorte talvez lá para os festivais de verão. Co...
Olá Bruna, Para já não há informações sobre nada r...
Gostava de saber se já há informações do proximo c...
ARQUIVOS
2010:

 J F M A M J J A S O N D

2009:

 J F M A M J J A S O N D

2008:

 J F M A M J J A S O N D

MusePortugal

Equipa MusePT:
- Inês Leal
- Maria João Sousa
- Rafaela Guerreiro

Fórum MusePT:
- Tiago Santos

Visitas:contador de visitas
Online: musers online
Contacto: museportugal.pt@gmail.com

Muse - Exogenesis Part I: Overture
POLL
TWITTER