22 de Junho de 2010

A France 2 entrevistou o Dom e o Chris antes do concerto no Stade de France. A estrevista traduzida está em baixo.
 
 

 

France 2: Estão surpreendidos com a quantidade de pessoas que vos vão ver?

Chris: Sim, eu acho que é espetacular tocar num estádio. Já o fizemos na Suiça, por exemplo, em San Siro na Itália. Estavam muitas pessoas mesmo ali à tua frente, só boas vibrações, estamos mesmo muito entusiasmados por tocar no Stade De France.

 

F2: Alguma vez acharam que iam encher o SDF duas vezes?

Dom: É uma surpresa agradável, é uma loucura. Nós pensámos dar apensas um concerto, como já tinhamos tido uma experiência em Parc des Princes à uns anos atrás.Esgotar o SDF duas vezes tão rápido foi uma loucura! Os fãs franceses têm sido sempre espetaculares.

 

F2: Porquê?

C: Não faço ideia. O franceses sempre se uniram muito a esta banda. Uma das nossas grandes tours foi em França. Nós não sabemos porque, não percebemos. Aparentemente, o público francês gosta de Muse.

D: E começou logo no início. Nós demos concertos por toda a França, não só em Paris. Vêm cada vez mais e mais pessoas. Eles respondem sempre com muita energia. Eles identificam-se mesmo com esta música.

 

F2: De que é que estão à espera desta vez?

D: Vão haver algumas surpresas neste concerto. É a maior produçao de sempre. Vai haver um OVNI por cima do público.

 

F2: Quem teve essa ideia?

C: Nós tivemos esta ideia à 5 anos. Por alguma razão não a pudemos fazer.

D: Em 2007 tinhamos heliosferas (balões grandes cheios de hélio) com mulheres que dançavam, tinhamos dois. Nessa altura construimos um OVNI que pusemos de parte, mas que vamos usar agora. Vai ser espetacular. As atenções vao ser atraidas para outro lado.

 

F2: É o mesmo tocar num estádio e tocar num espaço pequeno? Conseguem criar uma ligação com o público?

C: Ao inicio o dia está claro, por isso conseguimos ver a multidão, conseguimos ver as primeiras 10 filas, depois disse começa a escurecer e é outra atmosfera. Consegumos ver os flashes das câmaras, é uma atmosfera estranha e espetacular.

D: Vamos até ao centro do público, temos um vaivém espacial para isso. Em San Siro estavamos perto da audiência e é excelente estar no meio dela.

 

F2: Preferem tocar num estádio?

D: Sim, apesar de todos os concertos serem espetaculares. Os estádios são novos para nós, mas irresistiveis. Todos as aquelas pessoas que vêm para te ver num estádio, é diferente de um festival. Toda a gente conhece as músicas.

 

F2: Quando escrevem uma canção pensam nisso?

C: Algumas vezes, mas não damos grande importância a isso. No último álbum algumas músicas foram direccionadas pelos concertos de estádio. É a medida da música que entra num estádio.

D: Quando gravamos uma parte de uma música que tem um "clap" como na Starlight, quando pensamos que 50.000 pessoas vão fazer o mesmo é porreiro. 50.000 pessoas a bater palmas é excelente.

 

F2: Vocês estão em tour do último álbum à 2 anos, vão fazer uma pausa ou não?

C: Nós andamos em tour 18 meses a 2 anos depois de fazermos uma pausa. Nó próximo ano vamos ter meses livres. Nós fizemos o último álbum enfiados 3 meses num estúdio. Foi um prazer.

 


Fonte: http://supermassive-muse.blogspot.com/2010/06/stade-de-france-pregig-interview-by.html

Maria João Sousa - MusePT

publicado por muse.PT às 00:43
Copyright © 2008-2010 Inês Leal & Maria João Sousa

Twitter - @MusePortugal LastFM - Grupo MusePortugal Facebook - Grupo MusePortugal

Forum MusePortugal
COMENTÁRIOS
Com sorte talvez lá para os festivais de verão. Co...
Olá Bruna, Para já não há informações sobre nada r...
Gostava de saber se já há informações do proximo c...
ARQUIVOS
2010:

 J F M A M J J A S O N D

2009:

 J F M A M J J A S O N D

2008:

 J F M A M J J A S O N D

MusePortugal

Equipa MusePT:
- Inês Leal
- Maria João Sousa
- Rafaela Guerreiro

Fórum MusePT:
- Tiago Santos

Visitas:contador de visitas
Online: musers online
Contacto: museportugal.pt@gmail.com

Muse - Exogenesis Part I: Overture
POLL
TWITTER